Áreas de atuação

Atendimento de adultos, jovens e crianças

A Psicanálise se diferencia da Psicologia pela descoberta do inconsciente e seus métodos, que focam o trabalho analítico no campo da fala. Não uma fala automatizada, mas baseada na livre associação, sem qualquer julgamento ou pudor sobre o que vem à sua mente.

Por mais corriqueira que possa parecer, é por meio da sua fala que a escuta diferenciada do analista poderá trazer à luz aqueles fragmentos de vida até então esquecidos, sem lugar ou importância no seu dia a dia.

A Psicanálise não é para dias melhores, mas para uma vida melhor.

A Psicanálise faz uso do campo da fala porque é por meio dela que nos reconhecemos inseridos na cultura humana. Além disso, é também um movimento na contramão da medicação desenfreada que serve apenas para calar a angústia. Dar voz a essa angústia anestesiada é a missão do psicanalista.


O processo psicanalítico

Na análise com crianças, além da fala livre, o brincar também é utilizado como ferramenta de trabalho, visto que através de jogos e brincadeiras se pode colher diversas amostras do inconsciente infantil.

A vida não é perfeita para ninguém e às vezes impõe situações onde muitos preferem se refugiar na ideia de que não há nada que possa ser feito. Aqui a análise responsabiliza o sujeito pelas suas ações e decisões, oferecendo-lhe uma nova perspectiva para lidar com as diferentes situações de forma mais inteligente e produtiva.

Esse processo pretende provocar uma profunda mudança, exatamente nos pontos onde o analisante demanda por transformações. Abandonar os sintomas, debelar as fobias, a tristeza profunda, a insegurança, a repetição das mesmas escolhas equivocadas, tudo isso é efeito de análise.

A Psicanálise não é para dias melhores, mas para uma vida melhor. Desfrutar da vida e não dos sintomas, é a isso que se propõe.